Páginas

terça-feira, 13 de abril de 2010

Cidade Democrática é ferramenta virtual para o cidadão

Uma plataforma de participação política, onde cidadãos e entidades podem se expressar, se comunicar e gerar mobilização para a construção de uma sociedade cada vez melhor. Assim é a ferramenta Cidade Democrática, uma iniciativa do Instituto Seva, entidade sem fins lucrativos composta e dirigida por especialistas em questões como juventude, novos modelos de negócios sustentáveis, saúde, cultura, empreendedorismo social e meio ambiente.

O site da ferramenta colaborativa opera desde 2009, e busca aprimorar a reflexão, o debate e a discussão dos temas públicos, a fim de que sugestões sejam apontadas para o seu aprimoramento constante.

"A participação das pessoas é fundamental, mas o grande desafio do Cidade Democrática é romper a barreira da colaboração, aplicando na prática as alternativas para cidades melhores", afirmou Rodrigo Bandeira de Luna, coordenador do projeto.

Segundo ele, o objetivo central da ferramenta é fomentar a participação cidadã na vida social. "Não é um movimento contra o poder público, mas caso determinado político não tome as providências necessárias, pode ser que as coisas se compliquem para o lado dele", explicou Rodrigo.

Perfis
Atualmente, a Cidade Democrática possui cerca de 1,5 mil usuários cadastrados e uma média de 700 visitantes únicos por dia. Os perfis da ferramenta integram representantes do poder público, movimentos, ONGs e cidadãos comuns.

"Nossa maior resistência tem sido em relação as empresas. Quando procuramos por elas, propomos a criação de um perfil lá no site para que expressem opiniões sobre os temas levantados pelas pessoas", observou Rodrigo.

O desenvolvimento do Cidade Democrática é realizado por uma equipe diversa de profissionais como sociólogos, administradores, designers, jornalistas, engenheiros de computação, entre outros. Em comum, eles têm a responsabilidade de buscar caminhos para a construção de uma sociedade mais próspera e mais justa para todos.

Em uma série de fóruns, os usuários do Cidade Democrática (espalhados por todo o Brasil) podem denunciar problemas do município, como o trânsito, por exemplo, além de apresentar propostas, comentar as alternativas lançadas pelos demais integrantes, manifestar apoio a ideias e seguir os outros participantes.

Agora, se você ficou tentado a participar do Cidade Democrática e integrar esta rede colaborativa, é necessário ler atentamente o Manual de Boas Práticas, no qual estão as regras fundamentais para a boa convivência na comunidade, antes de efetuar o cadastro no site: www.cidadedemocratica.com.br/

0 comentários: