Páginas

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Família de garota baleada por policial deve ser indenizada, diz Justiça


A Justiça determinou que o governo estadual pague R$ 200 mil à família de uma garota que foi baleada na cabeça por um policial militar, que procurava um suspeito na zona rural de Londrina, no norte do Paraná, em 2008.
A adolescente, que na época tinha 13 anos, foi atingida quando brincava no quintal da casa dela. Durante a perseguição, os policiais chegaram confundir o pai da menina com o suspeito.
Mesmo com a gravidade do ferimento, que exigiu o internamento da vítima por duas semanas na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital infantil do município, a garota não ficou com sequelas.
O governo do estado pode recorrer da decisão.

0 comentários: