Páginas

sábado, 24 de dezembro de 2011

'Pensei que fosse uma boneca', diz mulher que achou bebê em banheiro


Bilhete foi deixado pela mãe ao lado da menina (Foto: Reprodução/EPTV)
A operadora de caixa Lurdes Silveira, que encontrou um bebê recém-nascido no banheiro do Mercado Municipal de São Carlos, no interior de São Paulo, nesta sexta-feira (23), disse que pensou que a criança fosse uma boneca. A mãe, que ainda não foi identificada, deixou um bilhete alegando falta de condições para criá-la.
A menina estava dentro de um saco plástico fechado em um canto do banheiro feminino do mercado. “Eu achei estranho o embrulho e abri. Pensei que fosse uma boneca. Falei: ‘Nossa, que boneca linda’. Mas ela estava muito rosadinha para ser boneca. Aí eu passei a mão no rosto e vi que não era. Eu tirei do saco rápido e vi que estava respirando. Fiquei sem ação, saí correndo e encontrei a Guarda Municipal. Foi um anjo que eu salvei”, disse.
A guarda municipal Aldete Soares de Oliveira se emocionou quando viu a criança. “Na hora em que eu vi que ela estava respirando foi um alívio para mim. Como que uma mãe pode fazer isso com uma criança?”, questionou.
O Mercado Municipal tem câmeras de segurança, que podem ajudar na identificação da mãe.
A menina foi socorrida e levada para a maternidade da Santa Casa de São Carlos. Segundo o Conselho Tutelar, ela pesa 3 kg, está clinicamente bem e ficará dois dias internada para ser submetida a uma série de exames.
A expectativa é que a criança tenha alta neste domingo (25). Ela ficará sob a responsabilidade do conselho no abrigo infantil. O caso foi registrado como abandono de incapaz e será investigado pela Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) da cidade.
 

0 comentários: