Páginas

domingo, 8 de janeiro de 2012

'Melhor que Barça', Real Madrid goleia Granada e abre 6 pontos de vantagem


No dia em que Pep Guardiola afirmou que o Real Madrid encontra-se em um momento melhor que o do Barcelona, o time de José Mourinho fez valer o elogio e venceu o Granada por 5 a 1, no Santiago Bernabéu, abrindo seis pontos de vantagem sobre o atual campeão do mundo no Campeonato Espanhol.
O Real passa a somar 43 em 18 rodadas (17 jogos, já que a primeira foi adiada para 22 deste mês), contra 36 do Barça. Mas a equipe de Guardiola só entra em campo no domingo em uma partida complicada: o clássico catalão contra o Espanyol (oitavo com 23) no estádio Cornellà-El Prat. A derrota em Madri deixou o Granada na 14ª posição com 19 pontos.
Os gols do time merengue foram de Benzema (dois), Sergio Ramos, Higuaín e Cristiano Ronaldo enquanto Mikel Rico marcou para os visitantes. O francês deixou o campo machucado após fazer o quarto do Real e deixou Mourinho preocupado. Kaká começou no banco de reservas e substituiu Özil aos 22 do segundo tempo.
Gonzalo Higuaín gol Real Madrid (Foto: EFE)
O técnico português escalou o Real com Casillas, Diarra, Varane, Sergio Ramos, Marcelo, Khedira, Xabi Alonso, Özil, Cristiano Ronaldo, Benzema e Higuaín. A partida no Bernabéu foi a última de Cristiano Ronaldo antes da Festa de Gala da Fifa, segunda-feira, que irá premiar o melhor jogador do mundo: o português, que concorre com Xavi e Messi do Barcelona à Bola de Ouro, não irá ao evento em Zurique. Mourinho, rival de Guardiola entre os técnicos, também não. A explicação do Real é que o time estará viajando para Málaga, onde enfrentará a equipe da casa na terç apela Copa do Rei.
Os donos da casa abriram o placar aos 18 com Benzema, que aproveitou passe de Özil de calcanhar dentro da área. O Granada reagiu rápido e empatou três minutos depois, quando Rico marcou de cabeça. Ainda no primeiro tempo, Sergio Ramos, também de cabeça, colocou 2 a 1 para o Real aos 33.
Na etapa final, o time merengue ampliou para 4 a 1 rapidamente. Aos dois, Higuaín recebeu de Marcelo e fez o terceiro. Aos cinco, Benzema bateu cruzado e marcou o quarto, mas logo depois saiu de campo reclamando de dores musculares. O quinto do Real saiu aos 43, com Cristiano Ronaldo, que nem comemorou.

0 comentários: