Páginas

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Tim, Claro e Oi voltam a comercializar planos a partir desta sexta


Durou somente 12 dias a punição da Anatel a Tim, Claro e Oi. A partir da próxima sexta-feira (3) as três empresas poderão voltar a comercializar novas linhas em suas lojas. Todas as companhias apresentaram planos satisfatórios de investimentos, detalhando como podem melhorar seus serviços até o ano de 2014. O fim da proibição foi anunciado oficialmente em uma coletiva de imprensa nesta quinta-feira (2), 11º dia de suspensão das vendas.
Venda de chips de todas as operadoras está liberada (Foto: Reprodução)Venda de chips de todas as operadoras está liberada
(Foto: Reprodução)
Até apresentarem seus projetos, as empresas tiveram que suar. Todas tiveram seus primeiros planos de ação recusados e acabaram precisando realizar diversas adequações até que a Anatel ficasse satisfeita. A aprovação dos documentos vem em uma época excelente para as companhias, já que elas poderão comercializar novas linhas antes do Dia dos Pais.
A agência ressaltou, porém, que sua fiscalização não para por aí, e garante que analisará detalhadamente, a cada três meses, os serviços não somente de Claro, Tim e Oi, como também de Vivo, CTBC e Sercomtel. Cada operadora tem um sistema interligado à entidade, onde é possível fazer avaliações de condições de sinal, regularidade de antenas, reclamações de clientes e quedas dos serviços de voz e dados.
O presidente da Anatel, João Rezende, explicou que serão gastos R$ 20 bilhões nos próximos dois anos pelas companhias. Essa verba será gasta para aumentar o número de antenas, adquirir equipamentos para elevar a taxa de transmissão de dados e também aprimorar o sistema de atendimento aos clientes.
Vale lembrar que a punição às empresas ficou valendo a partir do último dia 23 de julho e foi motivada pelas inúmeras reclamações dos clientes das operadoras à Anatel. A TIM ficou proibida de comercializar novas linhas em 18 estados, além do Distrito Federal. A Oi em cinco e a Claro em três.

0 comentários: