Páginas

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

5 armas não letais poderosas usadas para controlar multidões

Basta assistir aos telejornais para ver como existem manifestações em todo o mundo. Protestos contra governo, contra decisões judiciais, pelo meio ambiente, por ideologias... São muitos os exemplos que poderíamos citar quando falamos sobre esse tipo de situação. Pois você também deve saber que há muitas armas não letais utilizadas para evitar que manifestações se tornem violentas.

Por padrão, vemos fortes jatos de água, bombas de fumaça e balas de borracha sendo utilizadas no Brasil. Mas fora daqui, há algumas tecnologias que realmente assustam qualquer manifestante. Quer saber um pouco mais sobre elas? Então confira agora uma seleção com algumas das armas de controle de multidão que mais se destacaram em todo o mundo ao longo dos últimos anos.

1. Raio de calor

 

 

Este equipamento produzido pelas forças armadas dos Estados Unidos parece ter saído de um filme de ficção científica, mas é real. Chamado de Active Denial System, ele funciona como um verdadeiro canhão de calor para impedir que as pessoas fiquem aglomeradas em um espaço pequeno. De acordo com os criadores, ele faz com que as pessoas tenham a sensação de que estão na frente de uma fornalha.

Apesar de não ser diretamente letal, a tecnologia é um pouco controversa. De acordo com alguns críticos, o sistema pode causar ferimentos sérios em pessoas que não consigam sair do raio do alcance em tempo.

2. Jato de tinta

 

 

Se os jatos de água são suficientes para dispersar multidões, eles não são muito bons para marcar pessoas. Por isso, autoridades indianas investiram em formas de fazer com que as pessoas sejam mais facilmente identificáveis. Dessa forma, trocaram a água normal por tinta colorida na hora de disparar os jatos contra as multidões. Assim, além dos efeitos já conhecidos, ainda fica mais fácil realizar prisões posteriormente.

3. Fedor infinito

 

 

Também alterando jatos de água, o exército de Israel decidiu inovar na hora de dispersar protestos realizados por palestinos. Para isso, trocou a água por líquidos de odor muito forte e capaz de impedir que aglomerações de pessoas sejam realizadas. De acordo com algumas fontes, esse odor é tão ruim que “parece uma mistura de comida pobre com cadáveres”. Você aguentaria ficar ali?

4. Espuma supercolante

 

 

Nos anos 90, o exército dos Estados Unidos usou a Guerra da Somália para testar uma série de novos armamentos. Um dos mais interessantes era justamente para controlar multidões em fúria. Nisso, foi desenvolvida uma espuma de alta potência que funciona como uma verdadeira cola e impede que pessoas se movimentem com velocidade — permitindo a captura e impedindo que elas invadam locais, por exemplo. Anos depois, isso foi adaptado para parar veículos.

5. Laser para cegueira e enjoo

 

 

Conhecido como “Dazer Laser”, este equipamento emite uma luz verde de alta frequência para fazer com que os atingidos fiquem temporariamente cegos — sem efeitos permanentes. Além disso, ainda há relatos de que o laser pode causar desorientação e náuseas — com vômitos não sendo descartados.

0 comentários: