Páginas

quinta-feira, 28 de abril de 2016

Câmera suspende votação sobre liberação do Uber em SP


A Câmara Municipal de São Paulo suspendeu na noite desta quarta-feira, 27/4, a sessão sobre a possível regulamentação do aplicativo de transporte individual Uber na capital paulista.

A decisão aconteceu após mais de quatro horas de discussões exaltadas no local e foi motivada por dois substitutivos ao projeto de lei original sobre o assunto (PL 421/2015), de autoria do vereador José Police Neto (PSD).

Um dos substitutivos, inclusive, foi apresentado pelo prefeito Fernando Haddad (PT), para atender a reclamações recentes do motoristas do Uber, que consideram abusiva a taxa de operação cobrada pela empresa.

Atualmente, o Uber fica com 25% do valor das corridas feitas pela categoria Uber X (mais barata). Haddad propõe que esse porcentual caia para 15%.
Até o fechamento da reportagem, a Câmara não tinha anunciado uma nova data para a sessão.

0 comentários: