Páginas

quarta-feira, 27 de abril de 2016

Dropbox quer levar armazenamento em desktops para o infinito e além



A Dropbox possui uma visão futurista sobre como os seus usuários poderão compartilhar grandes quantidades de arquivos e acessá-los rapidamente em seus computadores sem superlotar os seus HDs.

O serviço de armazenamento na nuvem anunciou nesta semana uma nova iniciativa durante a sua conferência Open, em Londres, chamada de Project Infinite.
A ideia é criar uma nova interface do Dropbox que permita aos usuários visualizarem todos os seus arquivos armazenados na nuvem diretamente na pasta do seu computador, sem exigir que mantenham cópias locais de cada documento, imagem, tabela ou outro tipo de arquivo.

Com o Project Infinite, os usuários poderão gerenciar seus arquivos na nuvem ao movê-los pelo Mac OS X Finder ou Windows File Explorer, da mesma forma como fariam com qualquer arquivo local que estivesse ocupando espaço no HD.

No momento, os usuários do Dropbox que queiram ver os itens que possuem no serviço entre seus outros arquivos precisa ter esses arquivos baixados para o seu PC ou Mac - assim como precisavam quando o Dropbox lançou seu serviço para os usuários finais há sete anos e meio.

Os usuários podem economizar espaço de armazenamento nos seus PCs com um recurso de sincronização seletiva que baixa apenas alguns arquivos, mas os dados que as pessoas deixam de fora não podem ser visualizados nos seus computadores.

O Project Infinite pegaria o conceito básico do Dropbox de criar pastas que sincronizam com a nuvem e facilitar o seu uso com uma quantidade enorme de arquivos. Isso faz parte da ênfase da empresa em ajudar os usuários a compartilharem arquivos, especialmente usuearios corporativos que pagam pelo serviço da plataforma.

No entanto, ainda há muita coisa que o Dropbox não disse sobre a novidade. A companhia não revelou quando pretende incluir o Project Infinite na versão pública das suas aplicações para desktop, ou mesmo quais usuários terão acesso inicial no lançamento.

0 comentários: