Páginas

terça-feira, 3 de maio de 2016

Cidade alemã põe semáforo no chão para quem usa celular enquanto anda

 Semáforo no chão avisa transeuntes que usam smartphones enquanto andam em Augsburgo, na Alemanha

A cidade de Augsburgo, na Alemanha, lançou na semana passada um semáforo pensado especialmente para os transeuntes que costumam utilizar o smartphone enquanto andam pelas ruas. As luzes LED foram instaladas no chão, e piscam em vermelho para indicar a hora do pedestre parar de andar antes de atravessar a via.

No projeto-piloto, cada um dos dois lados da rua ganhou faixas de luzes para alertar os "smombies", gíria recente que mistura as palavras "smartphone" e "zombie" (zumbi) para designar quem caminha usando o celular sem prestar a devida atenção ao percurso, por estar com o olhar voltado para baixo.

"Nós temos as lâmpadas adicionais instaladas em duas travessias frequentadas pelo público-alvo relevante", disse a porta-voz da cidade, Stephanie Lermen, ao portal alemão "N-TV". Este público-alvo seria formado por jovens e turistas. No local, muitos alunos vão para a universidade pegando transporte público.

Um recente estudo da Dekra, consultoria alemã especializada em segurança do trânsito, do trabalho e do lar, entrevistou 14 mil pedestres em Amsterdã, Berlim, Bruxelas, Paris, Roma e Estocolmo, e descobriu que 17% das pessoas utilizaram o smartphone durante a caminhada. Na faixa etária dos 25 aos 35 anos, quase um quarto deles mostrou esse comportamento.

Iniciativas vêm surgindo em outros países para prevenir acidentes entre esse perfil de usuários, segundo o jornal britânico "The Guardian". Em Munique, uma menina de 15 anos de idade morreu em março em um acidente com bonde por estar usando fones de ouvido. Depois da tragédia, avenidas mais perigosas foram equipadas com balizas especiais que enviam avisos aos smartphones instalados com um aplicativo feito para esse fim, o Watch Out!.

Nos EUA, cidades como Portland, Seattle e Cleveland estão testando "ônibus falantes" que emitem alertas sonoros aos pedestres durante o trajeto. Já a cidade de Rexburg, Idaho, impôs multas de US$ 101 para quem escrever mensagens de texto enquanto atravessa uma faixa de pedestres.

0 comentários: