Páginas

domingo, 1 de maio de 2016

SpaceX, empresa de Elon Musk, pretende enviar missão à marte já em 2018


O dono da SpaceX e da Telsa, Elon Musk, disse em sua biografia que um de seus desejos é morrer quando já estiver morando em Marte, e o biolionário não está medindo esforços para que isso realmente aconteça. No Twitter, a empresa que fabrica foguetes anunciou que fará uma missão não-tripulada ao planeta vermelho em 2018.

A expedição se chamará "Red Dragon", terá apoio da Nasa e utilizará uma versão melhorada da cápsula Dragon, fabricada pela SpaceX. De acordo com Elon Musk, a nova versão da base ainda terá pouco espaço, mas terá tecnologia suficiente para viajar grandes distâncias. " Dragon 2 é desenhada para pousar em qualquer lugar do Sistema Solar". Para levar a nave até o espaço, a SpaceX possivelmente utilizará versões maiores e mais potentes dos foguetes Falcon 9, que podem ser reutilizados após o lançamento.

Apesar da confiança de Musk, ele admite que levar pessoas na Dragon 2 é uma missão bastante complicada, já que o espaço da cápsula é bastante limitado. "Não recomendaria transportar astronautas para além a região da Terra e da Lua. Não seria legal para jornadas mais longas. Volume interno é aproximadamente o de um SUV", disse no Twitter.

Não foram liberadas mais informações sobre a missão da companhia para Marte, mas possivelmente teremos novidades vindas do Twitter de Elon Musk e da SpaceX. Enquanto não temos novidades, dá para apostar em qual das metas do bilionário sonhador vai se tornar realidade primeiro: ir para Marte ou deixar carros elétricos mais baratos.

0 comentários: